quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Juntando os Pedaços

People... sumi né? 

Milhões de coisas na cabeça, projetos e mais projetos... do lado profissional, do lado pessoal, espiritual, enfim... de apresentações a bingos e caminhadas! Pois é, minha cabecinha fundiu... estou tentando colocá-la em ordem ainda, quando eu conseguir, eu volto, rsrs.

Minha cabecinha deve estar mais ou menos assim... talvez um pouco mais colorida.
Compartilhando um pouco essa fase louca + tpm com a amiga Marina, ela enviou-me o texto abaixo do Drauzio Varela. Gostei tanto que resolvi postá-lo aqui. Antes que perguntem o que texto tem a ver com os meus projetos... nada, só tem a ver com a boa relação que tenho com meu maridinho mesmo.

Boa leitura a todos! E bom resto de semana!

Abraços!


Para que serve uma relação?


Definição mais simples e exata sobre o sentido de mantermos uma relação? "Uma relação tem que servir para tornar a vida dos dois mais fácil".


Vou dar continuidade a esta afirmação porque o assunto é bom, e merece ser desenvolvido.


Algumas pessoas mantém relações para se sentirem integradas na sociedade, para provarem a si mesmas que são capazes de ser amadas, para evitar a solidão, por dinheiro ou por preguiça. Todos fadados à frustração.Uma armadilha.


Uma relação tem que servir para você se sentir 100% à vontade com outra pessoa, à vontade para concordar com ela e discordar dela, para ter sexo sem não-me-toques ou para cair no sono logo após o jantar, pregado.


Uma relação tem que servir para você ter com quem ir ao cinema de mãos dadas, para ter alguém que instale o som novo, enquanto você prepara uma omelete, para ter alguém com quem viajar para um país distante, para ter alguém com quem ficar em silêncio, sem que nenhum dos dois se incomode com isso.


Uma relação tem que servir para, às vezes, estimular você a se produzir, e, quase sempre, estimular você a ser do jeito que é, de cara lavada uma pessoa bonita a seu modo.


Uma relação tem que servir para um e outro se sentirem amparados nas suas inquietações, para ensinar a confiar, a respeitar as diferenças que há entre as pessoas, e deve servir para fazer os dois se divertirem demais, mesmo em casa, principalmente em casa.


Uma relação tem que servir para cobrir as despesas um do outro num momento de aperto, e cobrir as dores um do outro num momento de melancolia, e cobrirem o corpo um do outro, quando o cobertor cair.


Uma relação tem que servir para um acompanhar o outro no médico, para um perdoar as fraquezas do outro, para um abrir a garrafa de vinho e para o outro abrir o jogo, e para os dois abrirem-se para o mundo, cientes de que o mundo não se resume aos dois.




Dr. Drauzio Varela

3 comentários:

Marina H.U. disse...

inversão de papéis: hoje eu fui a psicóloga! hahahahah precisando estamos aí!
o texto é muito legal mesmo!
beijos
ps. me convida pra caminhada! hahahahahah

Nilva disse...

Muuuito bom esse texto mesmo.Meu relacionamento já dura mais de 35a e concordo com o Drausio. Ele deve ser muito experiente também.
Bjs

Elisa disse...

Gostei... muito bom o texto! E saiba que se precisar, podes contar comigo!!!SEMPRE!
Beijos