terça-feira, 7 de junho de 2011

Malas?!

Levanta a mão aí quem gosta de fazer malas!! (Estou sozinha nessa?) Pois é, eu gosto... É a primeira sensação da viagem, você precisa imaginar o que vai viver, onde vai passar, qual o humor que vai estar, enfim, você começa a preparar as emoções para o novo, o inesperado, hehe.

Maaaas nunca havia estado do outro lado do Oceano Atlântico, muito menos para passar mais de 30 dias, portanto fazer essas malas (nesse caso mochilas) não era tarefa fácil e fiquei "levemente" tensa.

Escolhemos mochilas. Por que? Já somos adeptos de mochilas, mesmo viajando de carro. Cabe melhor no porta malas e é muito mais prática na hora de carregar. Ficamos atentos ao peso, pois além de carregarmos muuuito, ainda íamos pegar um vôo low cost no meio da viagem, cujo limite de bagagem para despachar era 20 kg e não queríamos de forma nenhuma exceder esse peso. Dica esperta: Se você for a Roma de mala, prepare-se para comprar outra na volta, pois as rodinhas vão ficar por lá, hehe.

Pesquisei o clima e temperatura dos locais que iríamos visitar, mas mesmo assim, que roupas são necessárias para um frio seco? O que exatamente quer dizer um casaco leve (sugestão de amigos que moram lá)? Tentei acreditar nas dicas (de blogs e amigos) e levar poucas coisas, mas duvidava muito de que a quantidade de roupas realmente seria o suficiente, rsrs, mas deu certo!! Voltei apenas com uma peça não usada! (e algumas calcinhas - vou explicar porque daqui a pouco). Não bati foto da mochila "aberta" como fiz da outra vez e a única foto que temos com as malas é essa: 
Era no final da viagem (4 dias antes de voltarmos) e já tinha nossa terceira filha, a verdinha, comprada no outlet de Barberino de Mugello (Itália - perto de Florença) para comportar as comprinhas, presentes e etc. feitos durante a viagem e aliviar o peso das outras duas mochilas (com o passar do tempo elas vão pesando mais ou nós que vamos cansando, hehe). Viajamos assim: mochila vermelha foi com 8 kg e mochila laranja foi com 17 kg e a pretinha básica, do dia a dia.

Para montar a mochila, escolhi roupas que dificilmente teria "tempo ruim" pra elas ou seja: gosto; combináveis entre si; básicas; que são mais usáveis (não ficam com cara de suja facilmente); e que além disso ocupassem menos espaço. 

Segue o que levei na mochila vermelha (acho que consegui lembrar de tudo! haha): 
- 2 calças jeans; 1 calça de lycra; 1 calça legging; 2 bermudas; 2 vestidos;
- 2 camisas (uma manga comprida, outra curta); 1 polo; 5 baby looks; 3 regatas nadador; 1 meia manga;
- 2 segundas pele preta manga longa (uma não usei); 1 segunda pele de alça; 3 blusas de lã; 1 bolero;
- 10 pares de meias (comprei mais); 15 calcinhas (inclusive as que eu nao gostava, que acabei não usando e comprei outras - lição aprendida: não leve coisas que não goste, mesmo que sejam calcinhas, hahahaha)
- 3 cachecóis; 1 lenço; 1 gorro; 1 cinto (não usei); 3 colares (não usei 1); alguns pares de brincos (não usei um);
- 1 casacão preto leve, mas bem fofinho/quentinho (vestindo);
- Pro pé (na mochila laranja): 1 par de tenis (outro fui calçando); 1 sapatilha e 1 rasteira. Usei tudo, principalmente os tenis.

Arrependimentos:
- Não ter levado um top e/ou biquini, não achei que fosse precisar e precisei; 
- Regatas sem ser estilo nadador, para ter opção (ou era nadador ou baby look!);
- Não ter levado acetona, item pequeno, que me faria mais feliz em alguns momentos (hehe).

Precisei comprar: 
- Um casaco leve, depois da metade da viagem, esquentou e o que eu tinha era muito quente , mas ainda era necessário um casaco.
- Hidratantes adequados para o clima seco, os meus não serviam pra nada.

Lavamos roupas 2x durante a viagem toda e o que possibilitou que isso acontecesse foi justamente o tal clima seco... roupas que quando usadas aqui no Brasil já precisam ir diretamente pro cesto de roupas sujas, lá não precisava!

Estou com a mochila e nem dá pra ver! Bem tranquilo. (ao fundo Louis com suas malinhas, hehe)
O post ficou grande, mas tudo isso pra dizer que fazer uma mala/mochila bem feita pode economizar muuuuito estresse! :)

E você, tem dicas de como fazer malas? Algum história engraçada sobre o assunto? Conta pra mim! Ou deixa um oizinho, hehe. 

Bjossss :)

9 comentários:

Adriana Berti disse...

Pois é...enquanto você estava feliz da vida com a escolha das roupas, eu tive que passar em lojas para comprar roupas sim! Pois o frio estava muito pior do que o esperado. Mesmo comprando as roupas, elas foram TODAS muito utilizadas. Primavera europeu eu já saquei: é muito pior que o nosso inverno no sul!!!! Tá louco! Além da chuva! Me arrependi de não ter colocado 1 capa de chuva... :(
Mas assim, nada que não fosse superado pelo prazer de viajar! E passar frio ninguém merece, então não pensei 2 vezzes p entrar na lojinha e voltar com modelitos europeus! Hehe! E low cost!

Normalmente eu levo roupas para todas as estações, principalmente porque com as mudanças climáticas isto é necessário mesmo. Usei de biquíni a casacos super pesados. Fui de -5°C a 35°C...então acho que o problema foi a escolha dos países a visitar! Hahaha! Mas foi EXCELENTE!

Bjão!

Elisa disse...

Eu não gosto de fazer malas, nunca sei o que levar, levo bilhões de coisas ( a sorte é que sempre tenho onde deixar metade das coisas para passear rsrsrs) sou mega indecisa para malas e preciso dizer: minha "ídala" para fazer malas é você! :) Quer vir aqui arrumar pra mim quando eu for viajar?!

Beijosssssss

Elisa disse...

ps. a minha e a do Lucas agora! ;)

Samira disse...

Oi Joicica!!!
vc não está sozinha nessa não... também gosto de fazer malas. Gosto tanto que as minhas ficam enormes hehehe, mas já fui pior rsrs.
o que eu detesto mesmo é desfazer as malas... é uma tortura.
quero ver o restante das fotos.
bjão!

Vanessa Silveira disse...

Mais uma pra lista, também gosto de fazer malas! :)
E posso dizer que aprendi a fazer de verdade (e de forma rápida) quando fui pro CBB.
Primeiro fiz uma enooorme para levar pra São Bento, com tudo que eu podia levar de casa para passar 1 ano lá, e tinha que fazer pelo menos duas outras menores todo mês para viagens do curso ou pra vir de visita pra casa. Nunca sabia o que levar e o que não levar... Mas no final aprendi na marra né!? :)
Quando eu fizer uma viagem assim pra fora do Brasil, certamente esse post será bem útil pra mim.

Beijos Joy!

Lídia Maria disse...

Cunha, eu... sou uma derrota pra malas. A única vez em que fui com mala pequena e equilibrada foi quando fomos pros USA. É que na volta foram 4 malas de 32 kg! huaHouhaHUAia

Eu tento ser "enxuta". Tento mesmo combinar roupas, reaproveitá-las... mas não tem jeito! Logo o bichinho da dúvida vem e fica fofocando no meu ouvido "mas e se ficar mais frio? e se for calor? e se não for nenhum dos dois? e se....?" :/

Também és minha ídala! Mas dessa vez não vou aproveitar tuas dicas, porque vou repetir a história de ir pelada e voltar mais carregada que muambeira do Paraguai!

Beijo!!

Joice Cristiane disse...

Hahaha, amei os comentários meninas! Bom saber que tem mais pessoas que gostam de fazer malas, rsrs.
E cunha, tb irei apenas com a roupa do corpo para os USA e voltar muuuito carregada! hahaha
bjos a todas!

Juliana disse...

Oi querida....
eu não sou boa em fazer mala para passar um fim de semana na praia ou no sítio... quem dera nas Europa!!!
Adorei as suas escolhas...
Quero ver mais fotos....
E concordo com as meninas... quando for fazer as malas te chamo, combinado?
Bjossss

Anônimo disse...

Oieeee Joice
Que tudo que foi de mochilão para a Europa, passar 30 dias. Um verdadeiro sonho, né?
Eu fui e fiz exatamente isso, mais fiquei 23 dias e voltei 100% renovada.
No meu caso fui no verão, dai a mochila fica bem mais levE, sou muito mais o verão!
Abraços
Renata COx