segunda-feira, 22 de junho de 2015

Segunda Legal: Buenos... Aires

Se você já viajou à turismo, parece que um "bicho" te morde e simplesmente não quer parar mais, não é? Isso aconteceu com a gente, rsrs. Em 2011, fizemos aquela tão sonhada viagem pra Europa e quando chegamos em casa, depois de matar bastante a saudade - tipo uma semana, haha -, o que fizemos? Pensamos na próxima!!

Casa Rosada - vista por trás
E sem fazer muito esforço, apareceu uma promoção imperdível pra Buenos Aires!! Moramos em Florianópolis e daqui tem voo direto. Pagamos os dois menos de R$600!! Ida e volta! Pois é, minha gente, não deu pra perder.

Eu já havia feito um mochilão nos idos de 2005 com uma amiga, então já conhecia alguns lugares. Mas dos 16 dias, em apenas 1 comemos aquele bife lindo de chorizo! E nossa sobremesa era dois quadradinhos de chocolate por dia, o calculo que minha amiga fez para termos chocolate todos os dias!! Kkkk Ou seja, a viagem com o maridão foi beeem diferente!!

Rua da Recoleta, em frente ao Cemitério
Ficamos 6 dias, e depois de muito pesquisar, reservamos uma espécie de apart hotel pelo booking: Leonardo da Vinci Residence, na Recoleta, ótima localização! Gostamos de ir ao supermercado e comprar comida, assim podemos tomar o café do jeito que gostamos (e a hora que quisermos), conhecer mais da cultura local e cozinhar - o que acabamos não fazendo em BA por motivos, que hã, seria um desperdício não provar sua culinária!

Entrada do Cemitério
Não lembro nosso roteiro dia a dia, mas usamos muito as dicas do Viaje na Viagem, para escolher restaurantes, para saber em quais dias é melhor ir em tal bairro, etc. E claro caminhamos muito! Pegamos táxi apenas para ir jantar à noite, quando não íamos direto, ou na volta. Outra coisa que fizemos (e normalmente não fazemos, mas tínhamos tempo) foi usar o Buenos Aires Bus. Compramos o ticket de 24h, no último horário de um dia, passando por todos os lugares sem descer e no outro dia pegamos na parada mais próxima do nosso hotel e fomos descendo onde queríamos realmente conhecer - como se fosse um táxi, mas que só passava por ponto turístico :)

Buenos Aires Bus
Fizemos passeios tradicionais como caminhar pelo Cemitério da Recoleta (e ver o túmulo da Evita), caminhar pelas ruas elegantes da Recoleta (Posadas, Alvear, Quintana, Guido, Vicente López e transversais), ir no shopping Design ao lado do Cemitério, comer um sorvete do Freddo! (ui, salivei).

Feirinha de San Telmo
Saca o tiozinho, hehe
Batemos ponto no Caminito - amo cores! e amo mais ainda feirinhas! -, fomos à Feirinha de San Telmo (domingo), passamos a Avenida de Mayo da Casa Rosada ao Obelisco (e vice-versa). Ao lado da Casa Rosada tinha uma exposição sobre guerra, muito boa e com a entrada gratuita. Entramos na Catedral, é linda. Tomamos um chocolate com churros no Café Tortoni (a decoração é demais, a comida normal). Pegamos o metro mais antigo da América Latina em circulação. Andamos pela Rivadavia até o Congresso da Nação Argentina, lugar não muito visitado por turistas.

Café Tortoni :)
Passeamos ao entardecer no Puerto Madero e jantamos por lá três noites: La Parolaccia (massas), Siga La Vaca (parrilla - churrasco argentino; você ganhava a bebida escolhida em dobro) e Ayres de Patagonia (pedimos cordeiro da Patagônia), todos uma delícia! Ainda falando em jantar, outro excelente foi na Recova de La Posadas embaixo da Av 9 de julio, o restaurante foi Piegari.

Por do Sol em Puerto Madero
Restaurante Siga La Vaca
Visitamos a livraria El Ateneo (Av Santa Fé 1860, Recoleta), divina!! Caminhamos pela região, fui num brechó que queria conhecer, o Juan Perez, muito legal! Passeamos pela Florida, fomos na chiquérrima Galeria Pacifico também. E conhecemos o lindo Jardin Japonês (perto do Museu Malba - não fomos).

Livraria El Ateneo - amor :)
Jardin Japonés
Fomos ao Palermos Soho e curtimos o clima de barzinhos e feirinha no final de semana. Visitamos os outlets da Cordoba e Aguirre com Gurruchaga (Villa Crespo, perto de Palermo) e não gostamos dos preços, mas como estava fazendo mais frio do que imaginamos, compramos casacos de lã.

Palermo Soho
Dicas importantes:

*Buenos Aires está praticamente fechada até às 10h, então opte por fazer caminhadas.
*Preste muita atenção quando você for pagar um taxista, pois um deles pegou a nossa nota de $100 e trocou rapidamente, acusando que a mesma era falsa e ainda nos ensinou a identificar uma nota falsa! Muito cara de pau o cidadão!

Além do perrengue das notas falsas (tivemos mais uma de $50 que não vimos), nosso voo de volta foi cancelado devido às cinzas do vulcão - o aeroporto de Floripa estava fechado -, e a querida Gol queria nos mandar pra casa apenas na próxima noite "se tivesse vaga" (que seria na quarta), quando isso aconteceu começou uma revolta no saguão... motivo: tinham pessoas desde domingo aguardando este voo para voltarem pra casa! Depois de muita discussão, e sem a assistência devida, dormimos no aeroporto e fomos encaixados no próximo voo, de manhã. E como brasileiros, são brasileiros, saca o ânimo do pessoal aguardando para embarcar após passarmos a noite no aeroporto.

Miguxos de aeroporto! Haha
Fiz um resumão do nosso tour por Buenos Aires, aproveitamos bem, mas sempre se tem mais coisa para conhecer e visitar. Se tiver alguma dúvida mais especifica, pergunta aí, se eu puder ajudar, respondo! =)

Um comentário:

Marina H.U. disse...

Amooo Buenos Aires, porque será? hahhahahah
Vontade de passear por lá de novo!
Ta e a foto do Fernando no Siga la vaca está muito engraçada.
bem legais as dicas, teve alguns lugares desses que não fomos, fiquei só quatro dias. Não deu tempo de visitar tudo.